Ipatinga, 28 de maio de 2024

Tríduo em preparação à beatificação de Isabel Cristina começa nesta quarta-feira, 7 de dezembro

07 de dezembro de 2022   .   

Começa nesta quarta-feira, 7 de dezembro, às 19h, no Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Barbacena, o tríduo em preparação à beatificação de Isabel Cristina. Os três dias consecutivos de preparação espiritual e de oração serão transmitidos ao vivo pelas redes sociais da arquidiocese de Mariana e da Paróquia e Santuário Nossa Senhora da Piedade.

Com o objetivo de ajudar a comunidade a conhecer a história de Isabel Cristina e se preparar para o dia da beatificação, que acontecerá no próximo sábado, 10 de dezembro, às 10h, no Parque de Exposições Senador Bias Fortes, em Barbacena (MG), o tríduo vai abordar os temas: “Quem foi Isabel Cristina?”, “O martírio”, e “O processo de beatificação”.

Para acompanhar o tríduo em preparação à beatificação de Isabel Cristina, a arquidiocese de Mariana preparou um material de instrução para os fiéis. Faça o download do material aqui: Tríduo em preparação à beatificação de Isabel Cristina

Cerimônia de beatificação

Os fiéis e devotos da mártir Isabel Cristina que não conseguirem ir à Barbacena (MG) para participar de sua cerimônia de beatificação, a ser realizada neste sábado, 10 de dezembro, poderão acompanhar o rito pela TV Rede Vida e pelos canais no YouTube da arquidiocese de Marianaparóquia de Nossa Senhora da Piedade.

A transmissão terá início a partir das 10h, tanto na TV aberta como nas redes sociais, e tem como objetivo proporcionar que toda a Igreja no Brasil e no mundo celebre em comunhão com a arquidiocese de Mariana este momento de alegria e bênçãos.

A missa de beatificação da Serva de Deus Isabel Cristina acontecerá no Parque de Exposições Senador Bias Fortes, Bairro João Paulo, Barbacena (MG). A celebração será presidida pelo cardeal Raymundo Damasceno Assis.

Já no dia 11 de dezembro, às 15h, haverá missa em Ação de Graças pela beatificação no Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora da Piedade, em Barbacena (MG), presidida pelo arcebispo de Mariana, dom Airton José dos Santos. Após a Santa Missa, haverá a transladação dos restos mortais da Beata Isabel Cristina para a Capela dos Sagrados Corações de Jesus e Maria, encerrando com o Canto do Te Deum.

A Serva de Deus Isabel Cristina

Isabel Cristina Mrad Campos nasceu em 29 de julho de 1962, em Barbacena. É filha de José Mendes Campos e Helena Mrad Campos. Com o desejo de fazer Medicina, foi para Juiz de Fora (MG) em 1982, para se preparar em um curso pré-vestibular.

Era uma moça como tantas outras. Estudava, namorava, participava de festas, mas tinha uma vida de oração e sonhava ser pediatra para ajudar crianças carentes. Era sensível, sobretudo com os mais pobres, idosos e crianças, o que certamente aprendeu na família, que era vicentina. Na época, seu pai era presidente do Conselho Central de Barbacena.

No dia 1º de setembro do mesmo ano, um homem foi montar um guarda-roupa no pequeno apartamento para onde se mudara com seu irmão, Paulo Roberto, e tentou violentá-la. Encontrando resistência, deu-lhe uma cadeirada na cabeça, amarrou, amordaçou e rasgou suas roupas. Como continuou a resistir, foi morta sem piedade com 15 facadas. Foi um crime cruel, com grande repercussão, e que abalou muito a família e todos os que souberam do caso.

Pela forma como morreu e, sobretudo pelo testemunho de fé durante sua vida, algumas pessoas tiveram a iniciativa de entrar com o pedido de um processo para sua beatificação. A solicitação foi aceita por Roma e, no dia 26 de janeiro de 2001, em Barbacena, foi instalado o processo, quando Isabel Cristina recebeu do Vaticano o título de Serva de Deus.

Foram oito anos de trabalho, entre coleta de depoimentos e documentos, além da digitação e tradução para o italiano, tendo a fase diocesana do processo sido finalizada em 2009. O seu martírio foi reconhecido pelo Papa Francisco, por meio de decreto, em outubro de 2020.

Com informações da arquidiocese de Mariana

CNBB

FacebookWhatsAppTwitter