Ipatinga, 25 de maio de 2024

Igreja Católica no Brasil motiva mutirão de solidariedade pelo Rio Grande do Sul

08 de maio de 2024   .   

A Igreja Católica no Brasil está unida em mutirão pelo Rio Grande do Sul, que tem enfrentado as consequências das intensas chuvas no estado desde a última semana. Alagamentos, danos a estradas e destruição de cidades inteiras afetam 364 municípios do estado, que já calcula mais de 80 pessoas mortas e outras 111 desaparecidas. Em vídeo publicado nas redes sociais, o arcebispo de Porto Alegre (RS) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dom Jaime Spengler, falou sobre a situação no Rio Grande do Sul e motivou gestos de oração e solidariedade.  

“Acompanhamos de perto essa tragédia, manifestamos a nossa solidariedade e convidamos todos a elevarem orações ao Senhor da vida em favor dos desabrigados e, de modo todo especial, das famílias enlutadas”, disse dom Jaime.  

O presidente da CNBB também recordou a mobilização solidária por meio do Regional Sul 3 da CNBB, que recebe doações em dinheiro para aplicar nas ações emergenciais, em apoio às famílias atingidas.  

“Queremos mobilizar todas as pessoas de boa vontade para um grande mutirão de solidariedade. Renovemos a nossa confiança na providência do bom Deus, que jamais nos desampara e, sobretudo nos socorre nos momentos de maiores aflições”. 

 Para contribuir com as iniciativas de solidariedade do Regional Sul 3, faça sua doação por meio da chave pix do Regional, que é o número do CNPJ: 33685686001041 

Outras ações visam contribuir com o apoio à população gaúcha. Confira algumas delas: 

Comunicação pelo Rio Grande do Sul

Na manhã desta terça-feira, a Assessoria de Comunicação da CNBB reuniu-se com assessores da Comissão Episcopal para a Comunicação da Conferência, representantes da Signis Brasil e profissionais de comunicação que atuam nos Regionais e dioceses do Brasil. A intenção do encontro foi buscar estratégias no campo da comunicação para colaborar na arrecadação de recursos e mantimentos; promover iniciativas de oração e de esperança; além da oferta de informações confiáveis para a Igreja no Brasil.   

 

Plataforma on-line 

Uma agência do Rio Grande do Sul montou a plataforma ajudars.com.br, para centralizar e organizar as ajudas necessárias às áreas mais afetadas. A iniciativa conta com o apoio da Pastoral da Comunicação das dioceses do Regional Sul 3 e foi apresentada na reunião dos comunicadores. Diversos voluntários das regiões atingidas auxiliam com o fornecimento de informações. Na plataforma é possível ver as diversas formas de contribuir.  

 

 

Nordeste 2

Igrejas particulares do Nordeste brasileiro também buscam contribuir no socorro à emergência que afeta o Rio Grande do Sul. As ações buscam arrecadar dinheiro e itens de primeira necessidade como água e alimentos não perecíveis.  

A arquidiocese de Olinda e Recife (PE), por meio da Cáritas Arquidiocesana, transformou a cúria metropolitana em um ponto de arrecadação de água e alimentos. A Igreja pernambucana também disponibilizou uma chave-PIX para receber doações em dinheiro.  

“Famílias inteiras precisam neste momento ser atendidas em suas necessidades básicas, sua doação vai ajudar bastante. Participe desta campanha e reze por eles. Lembre-se: ‘a fé sem obras é morta’. A caridade é uma verdadeira atitude cristã”, afirmou o arcebispo e segundo vice-presidente da CNBB, dom Paulo Jackson.  

Outras dioceses do Regional também estão mobilizadas. Leia mais aqui.  

Juventude Missionária  

Em Bom Princípio, a Juventude Missionária da cidade de Bom Princípio (RS) articula uma frente de jovens voluntários, com participação de diversos outros grupos e movimentos juvenis, prestando auxílio às comunidades afetadas. Além dos suprimentos materiais, os jovens buscam levar também o espírito de compaixão e apoio emocional. 

A cidade, com uma população estimada em cerca de 14 mil habitantes, foi duramente atingida por uma enchente devastadora, resultando em perdas materiais e vítimas fatais. Os jovens missionários têm distribuído alimentos, água potável, roupas e produtos de higiene. Além disso, oferecem seu tempo em mutirões de limpeza nas casas, retirando a lama que tomou conta dos espaços. Saiba mais aqui.

 

CNBB

FacebookWhatsAppTwitter