Ipatinga, 25 de maio de 2024

Para viver a Campanha da Fraternidade: O que é amizade social?

20 de fevereiro de 2024   .   

A Quaresma é tempo de penitência e conversão. No Brasil, ela inclui a cada ano uma Campanha que nos incentiva a crescer no amor ao próximo, mandamento essencial para o cristão. “Fraternidade e Amizade Social” é o tema da CF 2024; e o lema é “Vós sois todos irmãos e irmãs”.

O que é amizade social? O Papa Francisco responde: É o amor presente nas relações sociais; é o amor como base da relação entre as pessoas e os povos.

É a vida em comunidade feita de irmãos que se acolhem mutuamente e cuidam uns dos outros, superando as inimizades. A amizade social é um valor precioso, é um dom de Deus aos seres humanos.

A CF 2024 é um forte convite a um profundo exame de consciência e a uma sincera conversão, ao nos fazer refletir sobre o quanto podemos e devemos melhorar em nossa vida pessoal e comunitária.

Olhando para dentro de nós e ao nosso redor ficamos espantados ao constatar o quanto a divisão e a indiferença estão nos afetando. Nosso País é extremamente desigual, com “ricos cada vez mais ricos à custa de pobres cada vez mais pobres”. Nossa sociedade padece de uma brutal divisão, erguendo muros de separação entre as pessoas, e muitas vezes considerando o diferente como um inimigo que é preciso eliminar.

Todos os dias, vemos crescer a violência e o crime que colocam em perigo comunidades inteiras. Quanta gente está sofrendo com divisões dentro da própria família por causa de escolhas políticas! É lastimável ver como as pessoas têm difundido ódio e intolerância, espalhando preconceitos e falsidades nas redes sociais.

E ainda tem aqueles que sugerem como solução o porte de armas, “como se hoje não se soubesse que as armas e a repressão violenta, mais do que dar solução, criam novos e piores conflitos”, como disse o Papa Francisco.

Felizmente, vemos também em nossa sociedade frequentes manifestações de amor solidário, sobretudo em emergências naturais ou em grandes tragédias. Sempre aparecem voluntários que logo se mobilizam, oferecendo bens e serviços necessários para o socorro às vítimas.

São muitos os passos que devemos dar, nos níveis pessoal, comunitário e social, para criarmos espaços de encontro verdadeiro, onde se vive a empatia e a compaixão. Que tal, por exemplo, cultivar, por meio da oração, uma espiritualidade de comunhão, uma mística do encontro, da ternura, da misericórdia, aprendendo do Mestre como ser mais acolhedores e compreensivos ao lidar com as pessoas?

O cristão procura reagir como o bom samaritano: vê, sente compaixão e cuida. Tudo isso levará Você a uma mudança de vida, a uma superação do egoísmo e do individualismo, e a uma vida de amor fraterno e de engajamento comunitário.

__

Por

Portal A12

Imagem capa: Pixabay

FacebookWhatsAppTwitter