Ipatinga, 25 de maio de 2024

Cardeal Parolin fala sobre a oração sinodal dos Bispos

12 de abril de 2024   .   

A 61ª edição da Assembleia Geral dos Bispos do Brasil (AG CNBB) entra em seu segundo dia nesta quinta-feira (11), realizada no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida do Santuário Nacional de Aparecida.

Desde a tarde da quarta-feira (10), os 442 bispos presentes estão em retiro, com momentos de oração e reflexão sobre os assuntos discutidos na Assembleia, principalmente o tema central, sobre como está a realidade da Igreja no Brasil e a atualização das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora.

Cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, está pregando o retiro e falou na primeira entrevista coletiva do evento a respeito do conteúdo passado aos integrantes da maior Conferência Episcopal do mundo.

“O tema do retiro será ‘O Caminho Sinodal’, em sintonia ao Sínodo, que terá seu término em outubro deste ano, articulado em três palavras importantes que o Santo Padre sempre nos fala: comunhão, participação e missão. Eu penso que este caminho é uma obrigação, um tema para todos os cristãos, que acordem para estes três temas, ou seja, todos são chamados a isso!

Para o jornalista Silvonei José, do Vatican News e da Rádio Vaticano, os temas abordados durante o retiro são fundamentais, precisamente para a vida da Igreja.

“O fato de que somos uma comunhão, que todos nós, em virtude do Batismo e da Confirmação — os sacramentos da iniciação cristã —, devemos participar, e devemos participar no sentido de proclamar o Evangelho, primeiro a nós mesmos, porque, como recorda a Evangelii nuntiandi (exortação apostólica do Papa Paulo VI, em dezembro de 1975 ), antes de evangelizar, a Igreja deve deixar-se evangelizar”.

Thiago Leon
Thiago Leon


Experiência Sinodal

Já no início da Assembleia, e em retiro, os bispos estão realizando a “Conversa no Espírito” em 45 mesas sinodais, organizadas como pequenas comunidades. Cada mesa terá a presença de um facilitador que conduzirá este diálogo espiritual. Momentos de oração e silêncio farão parte das três rodadas deste método.

“Esta é a novidade trazida pelo Sínodo, que é justamente a conversação no Espírito. Antes de entrar nos debates dos temas da Assembleia, então, é necessário escutar o Espírito Santo. E isso se deu justamente em Roma e está se espalhando por toda a Igreja. Esta metodologia do escutar a voz do Espírito, diante das novas tecnologias”, disse o Cardeal Parolin.

Em outubro de 2023, durante a primeira sessão do Sínodo dos Bispos em Roma, o Papa Francisco disse que, na “Conversa no Espírito”, encontramos um caminho de participação voltado para a comunhão e renovação da missão que acolhe em unidade as diferenças na Igreja, encontrando o caminho sempre à luz do que inspira o Espírito.

Thiago Leon
Thiago Leon

A oração pelos bispos do Brasil

O secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Ricardo Hoepers, também enfatizou a importância espiritual para o episcopado brasileiro estar em retiro.

“Será um momento especial para rezarmos juntos, à base das Sagradas Escrituras. Buscaremos ouvir os apelos de Deus e de seu Espírito, pedindo as luzes do Ressuscitado para o nosso caminho como Igreja no Brasil”.

E para praticarmos a sinodalidade, caminhar juntos como Igreja, Dom Ricardo convida a todo o povo de Deus em orar também pedindo as luzes do Espírito Santo para nortear as decisões tomadas pelos bispos e para a evangelização de nossas comunidades e pelo bom andamento da 61ª Assembleia Geral. Quem desejar compartilhar esta oração, basta usar a hashtag #EuRezoPelaAssembleiaDosBispos nas redes sociais da Conferência.

Portal A12

FacebookWhatsAppTwitter