Ipatinga, 24 de setembro de 2021

Pastoral Carcerária recorda dom Paulo Evaristo Arns como referência na caminhada pastoral

15 de setembro de 2021   .   

“Dom Paulo foi e é referência dessa caminhada pastoral e de tantos agentes de pastoral, mulheres e homens que, de esperança em esperança, caminham junto ao povo edificando o advento de uma vida e uma sociedade novas”. Assim a Pastoral Carcerária recordou o centenário de nascimento do cardeal Paulo Evaristo Arns (1921-2016), nesta terça-feira, 14 de setembro, com um texto do assessor teológico, padre Gianfranco Graziola.

Dizer “obrigado” a Dom Paulo, lê-se no texto, ‘é realizar um trabalho pastoral profético, libertador e transformador das estruturas sociais; é ser amigo das pessoas pobres e presas. E nunca deixar que a história de busca pelo Reino e pela Vida seja esquecida”.

O desejo da Pastoral na ocasião do centenário de nascimento do arcebispo de São Paulo por quase três décadas é “renovar nestes tempos difíceis e sombrios nosso compromisso com os pobres e excluídos, e de esperança em esperança continuar o projeto de Jesus proclamando a libertação dos cativos [dos presos] e continuando com o compromisso e sonho de um mundo sem prisões”.

Confira na íntegra. 

CNBB

FacebookWhatsAppTwitter