Ipatinga, 25 de fevereiro de 2021

Papa sobre mensagem da Divina Misericórdia: abramos o coração a Jesus

22 de fevereiro de 2021   .    Notícias em Geral

Ao final da oração mariana do Angelus deste domingo (21), Francisco lembrou que se passaram 90 anos desde a revelação da imagem de Jesus Misericordioso. “Essa mensagem”, disse o Pontífice, “chegou ao mundo inteiro, e não é outra coisa senão o Evangelho de Jesus Cristo, morto e ressuscitado, que nos dá a misericórdia do Pai”.

Foi dirigido à Polônia, ao Santuário de Płock, o pensamento do Papa Francisco ao final da oração mariana do Angelus deste domingo (21). Ao saudar, em particular os fiéis poloneses, que inclusive se faziam presente na Praça São Pedro, o Pontífice disse:

“Noventa anos atrás, o Senhor Jesus se manifestou à Santa Faustina Kowalska, confiando-lhe uma mensagem especial da Divina Misericórdia. Através de São João Paulo II, aquela mensagem chegou ao mundo inteiro, e não é outra coisa senão o Evangelho de Jesus Cristo, morto e ressuscitado, que nos dá a misericórdia do Pai. Abramos os nossos corações a Ele, dizendo com fé: ‘Jesus, confio em Ti’.”

Na cidade de Płock, nas margens do rio Vístula, foi erguido o santuário naquele que é o local das revelações particulares da Irmã Faustina Kowalska, a primeira santa do novo milênio. Era 22 de fevereiro de 1931 quando o Senhor Jesus se manifesta à Santa Faustina Kowalska, que se encontra no convento de Płock da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora Mãe da Misericórdia em Stary Rynek.  Ela escreveu no seu diário:

“À noite, enquanto eu estava em minha cela, vi o Senhor Jesus vestido com um manto branco: uma mão levantada para abençoar, enquanto a outra tocava o manto no seu peito, o qual, quando ligeiramente retirado dele, revelava dois grandes raios, um vermelho, o outro pálido. Muda, mantive meus olhos fixos no Senhor; a minha alma foi pega pelo medo, mas também por uma grande alegria. Depois de um momento, Jesus me disse: pinte uma imagem segundo o modelo que você vê, com as palavras escritas embaixo ‘Jesus, confio em Ti. Desejo que esta imagem seja venerada primeiro na capela de vocês, e depois no mundo inteiro.”

A primeira imagem de Jesus Misericordioso foi pintada em Vilnius, sob a orientação da própria Irmã Faustina. A imagem mais conhecida é mantida no Santuário da Divina Misericórdia em Cracóvia-Łagiewniki. Foi criada de acordo com as instruções do guia espiritual da ‘Apóstola da Divina Misericórdia’, Padre Józef Andrasz.

A Festa da Divina Misericórdia

A Festa da Divina Misericórdia é celebrada por toda a Igreja no domingo seguinte à Páscoa e passou, portanto, a ser intitulada Domingo da Divina Misericórdia. Santa Faustina foi beatificada em 18 de abril de 1993, por São João Paulo II, e canonizada também pelo Sumo Pontífice em 30 de abril de 2000.

Já nesta segunda-feira (22), às 17h, horário local, será celebrada uma missa no Santuário da Divina Misericórdia, em Płock, na Polônia. A celebração pode ser seguida no canal do Youtube do Santuário.

Fonte Amedeo Lomonaco, Andressa Collet – Vatican News

FacebookWhatsAppTwitter