Ipatinga, 27 de novembro de 2020

Papa Francisco nomeia bispo para a Diocese de Araçuaí, em Minas Gerais

18 de novembro de 2020   .    Notícias em Geral

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou na manhã desta quarta-feira, dia 18 de novembro, a decisão do Papa Francisco em nomear o atual bispo auxiliar de São Luís, Maranhão, dom Esmeraldo Barreto de Farias, como bispo diocesano de Araçuaí, em Minas Gerais.

Novo bispo de Araçuaí

Dom Esmeraldo é natural de Santo Antônio de Jesus (BA). Nasceu em 4 de julho de 1949. Seus estudos filosóficos foram concluídos na Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Teologia no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador.

Foi ordenado presbítero no dia 9 de janeiro de 1977, na diocese de Amargosa. Sua nomeação episcopal aconteceu em 22 de março de 2000, para a diocese de Paulo Afonso (BA) onde permaneceu até 2007.

De 2007 a 2011 foi bispo de Santarém (PA). E nesse mesmo quadriênio (2007-2011) foi presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Em março de 2015, dom Esmeraldo foi nomeado pelo Papa Francisco como bispo auxiliar de São Luís, no Maranhão. Também no quadriênio de 2015 a 2019 foi presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB.

Seu lema episcopal é “Levanta-te e anda” (At 3, 6).

Saudação e carta

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil divulgou saudação ao novo bispo de Araçuaí. O texto, na integra, pode ser lido abaixo. Dom Esmeraldo também pronunciou-se a respeito da nova missão que irá assumir a partir de 6 de fevereiro de 2021, em carta enviada aos bispos, que pode ser lida abaixo da saudação da Presidência da CNBB.


Saudação a Dom Esmeraldo Barreto de Farias

Brasília-DF, 18 de novembro de 2020

Prezado irmão dom Esmeraldo,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta alegria com a sua nomeação como bispo diocesano de Araçuaí (MG). A notícia nos foi dada hoje pela Nunciatura Apostólica e agradecemos, mais uma vez, o gesto do papa Francisco que expressa seu zelo pela Igreja no Brasil.

Sua trajetória já apresenta um caminho extenso de serviços prestados à Igreja no campo da pastoral. Sendo o senhor um homem profundamente apaixonado pela dimensão missionária, rogamos ao Bom Deus que o fortaleça em mais esse serviço para o qual o senhor é chamado.

Oferecemo-lhes uma palavra do Papa, do Angelus de outubro de 2020, quando recordou que “não basta aceitar o convite para seguir o Senhor, é preciso estar disponível para um caminho de conversão, que muda o coração. A veste da misericórdia, que Deus nos oferece incessantemente, é um dom gratuito do seu amor, é graça. E requer ser acolhido com estupor e alegria.”

Nosso abraço fraterno,

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB


Leia a carta de dom Esmeraldo enviada aos bispos:

São Luís do Maranhão, 18 de novembro de 2020.

Queridos Irmãos Bispos do Brasil.

Quando o Senhor guia a nossa vida
Não nos cabe marcar o que vai acontecer.
É um Mistério! Deus sabe o que faz.
Precisamos ler aí o que ele nos quer dizer!

Foi com a inspiração bíblica – “Levanta-te e anda” (At 3,6), lema da minha ordenação episcopal – que aceitei o chamado de Deus, através do Papa Francisco, para servir à diocese de Araçuaí, como seu novo pastor.

“Na Palavra de Deus, aparece constantemente este dinamismo de “saída”, que Deus quer provocar nos crentes. Abraão aceitou a chamada para partir rumo a uma nova terra (cf. Gn 12, 1-3). Moisés ouviu a chamada de Deus: “Vai; Eu te envio” (Ex 3, 10), e fez sair o povo para a terra prometida (cf. Ex 3, 17). A Jeremias disse: “Irás aonde Eu te enviar” (Jr 1, 7). Naquele “ide” de Jesus, estão presentes os cenários e os desafios sempre novos da missão evangelizadora da Igreja, e hoje todos somos chamados a esta nova “saída” missionária. Cada cristão e cada comunidade há de discernir qual é o caminho que o Senhor lhe pede, mas todos somos convidados a aceitar esta chamada: sair da própria comodidade e ter a coragem de alcançar todas as periferias que precisam da luz do Evangelho” (EG 20).

Sei que já estou numa idade avançada. Do ponto de vista humano, poderia dizer a mim mesmo: ‘já passou o momento de aceitar transferências e recomeçar em meio a outras realidades’. Mas, há uma motivação mais profunda que me faz acolher o chamado: “levanta-te e anda”, pois a missão determina a nossa vida, assim como determinou a vida de Abraão, de Moisés, de Maria, de Paulo, demais apóstolos e de tantos outros filhos e filhas amados de Deus também nos dias de hoje. Desse modo, confiando naquele que nos sustenta, coloco-me à disposição da vida missionária para estar a serviço do Evangelho em meio ao povo de Deus na diocese de Araçuaí (MG) que faz parte do vale do Jequitinhonha.

Dia 06 de fevereiro, pela manhã, com a celebração eucarística, na catedral de Araçuaí, serei apresentado oficialmente como 10º bispo diocesano e iniciarei o ministério episcopal nessa diocese, criada em agosto de 1913. Espero contar com sua presença.

Deus é bom e sem fim sua misericórdia! Minha gratidão aos Irmãos, pelo testemunho de fé e de empenho missionário. Continuarei rezando também pelos senhores em seu trabalho missionário.

Conto com a oração de vocês a fim de que possa corresponder ao que me pede nosso Senhor Jesus Cristo através da sua Igreja: ser colaborador de Deus na missão, no espírito de Igreja em saída, com atenção especial às periferias.

Espero encontrar os Irmãos Bispos em Araçuaí – Minas Gerais.

Um grande abraço agradecido.

Dom Esmeraldo Barreto de Farias
Bispo eleito da Diocese de Araçuaí – MG

Fonte: CNBB

FacebookWhatsAppTwitter